Procedimentos de abertura de uma empresa de Factoring no Brasil

Procedimentos de abertura de uma empresa de Factoring no Brasil

mercado de factoring

29 dez Procedimentos de abertura de uma empresa de Factoring no Brasil

O mercado de factoring é um negócio que movimenta muito dinheiro. Tanto no mercado internacional quanto aqui no Brasil.

Estima-se que através do factoring, 1,3 trilhões de euros sejam movimentados a cada ano. O Brasil movimenta por meio desse empreendimento cerca de 29,6 bilhões.

E isso acontece de forma crescente porque com a crise é mais comum que as empresas recorram ao factoring.

Portanto se sua intenção é ganhar dinheiro com um negócio próprio, abrir uma empresa de factoring pode ser uma excelente alternativa de negócio.

Aprenda como abrir uma empresa de factoring!

O que você vai precisar para abrir uma empresa de factoring?

O investimento para esse tipo de negócio não é baixo. Isso quer dizer que você precisará ter um montante em cerca de 150 mil reais. Nesse sistema de implantação do factoring serão necessários:

  • Capital de giro.
  • Funcionários.
  • Uma sala ou loja que possua em torno de 30 a 50 metros quadrados.
  • Computadores.
  • Impressoras.
  • Mesas.
  • Cadeiras.
  • Ar-condicionado.
  • E outros investimentos com a estrutura.

Embora o investimento seja relativamente alto, o retorno mensal gira em torno de 32 mil reais. Esse valor pode variar para mais ou para menos, a depender da forma de trabalho e de todo o empenho dedicado ao factoring.

Para abrir uma empresa de factoring o mais indicado é conversar com um contador, pois ele explicará o passo a passo necessário para a implantação do negócio.

Como se trata de uma atividade de caráter mercantil, o empreendedor precisa:

  • Elaborar um contrato social, com atos constitutivos perante a Junta Comercial.
  • Inscrição Perante a Secretaria da Fazenda Federal e Estadual.
  • Obtenção de Alvará e licença de funcionamento.
  • Entre outros.

No entanto, outros critérios são importantes na hora de constituir uma empresa de factoring.

Todas as organizações que trabalham e atuam com serviços de assessorias creditórias, como o caso do factoring, estão obrigadas a realizar uma apuração do IRPJ, por meio do Lucro Real.

Segundo o padrão normativo, a empresa de factoring deve obrigatoriamente, apurar o CLSS com base no resultado ajustado.

PIS/PASEP e Cofins

Ao instituir a empresa de factoring, o empreendedor está obrigado também ao regime não cumulativos das contribuições para o PIS/PASEP e Cofins.

Cadastramento no Coaf

As empresas de factoring devem estar cadastradas no Coaf, fornecendo dados como:

  • Nome empresarial.
  • CNPJ.
  • Endereço completo.
  • Identificação do diretor responsável.

O Coaf é na verdade um órgão instituído pelo Governo Federal com o intuito de prevenir e combater crimes de lavagem ou ainda de ocultação de bens, valores e direitos, sendo assim, toda empresa de factoring precisa se cadastrar nele – segundo a Lei 9613 de 98.

As empresas de factoring estão obrigadas a manter também um cadastro entre empresa cliente e dirigentes. Esse cadastro não pode e nem deve ser simplório.

Deve conter no mínimo os seguintes expostos:

  • Nome empresarial – razão social.
  • Data da constituição da empresa.
  • Número de CNPJ.
  • Endereço completo.
  • Atividade principal desenvolvida.
  • Relatórios sobre faturamento bruto.
  • Relatórios sobre despesas.
  • Relatórios sobre faturamento líquido.
  • Demonstrações contábeis do último exercício.
  • Cadastro da empresa emitido por entidades especializadas em crédito.
  • Análise de risco – com limite global para operações.
  • Entre outros.

Para muitos empreendedores que estão começando nesse ramo de atuação, obviamente ficam muitas dúvidas, porém, um contador especializado em factoring e em fomento mercantil, está capacitado para dar maiores orientações e detalhes sobre a abertura de uma empresa composta pelo factoring.

Se você deseja abrir uma empresa de factoring e precisa formalizar e legalizar a instituição, fale com o contador especialista da área!

Até a Próxima!

Nenhum Comentário

Postar um comentário