Previsão de Fluxo de Caixa

Previsão de Fluxo de Caixa

previsão de fluxo de caixa

21 abr Previsão de Fluxo de Caixa

Prepare sua pequena empresa para um crescimento sustentável!

A Previsão de Fluxo de Caixa é uma ferramenta vital que você pode usar para controlar os aspectos financeiros de sua pequena empresa. As empresas não vão à falência porque perdem dinheiro, elas vão à falência porque ficam sem dinheiro.

A maioria dos gestores de pequenas empresas equipara o sucesso do negócio com o volume de vendas e lucro. A realidade é que um negócio pode tornar-se insolvente exatamente em seu melhor ano em termos de vendas e lucros! Portanto, existe uma necessidade de ser muito cuidadoso com o fluxo de caixa, principalmente quando o negócio está crescendo rapidamente, pois é extremamente necessário ter capital de giro suficiente para financiar este crescimento.

A razão de algumas pequenas empresas enfrentarem problemas de liquidez é que muitos de seus administradores não pensam sobre as necessidades de ter dinheiro disponível em caixa até que sejam surpreendidos por uma situação inesperada. Quando eles, de repente, se encontram nesta situação, se desesperam e tentam freneticamente conseguir empréstimos para cobrir o rombo no financeiro de suas empresas, e isso é uma péssima ideia.

Como empresário, você tem ciência que o dinheiro é caro, especialmente quando você mais precisa dele. Além disso, os bancos são menos propensos a emprestar dinheiro quando uma empresa está com dificuldades para cumprir seus compromissos financeiros. O melhor momento para conseguir dinheiro é antes de você precisar dele.

A previsão de fluxo de caixa é uma previsão de como o dinheiro vai circular dentro e fora de um negócio durante um determinado período de tempo. É responsabilidade do empreendedor monitorar, medir, investir, pedir e juntar dinheiro suficiente para manter o negócio em atividade.

Você deve ser capaz de prever futuros rendimentos e gastos através de orçamentação e previsão. Você, como empresário, precisa antecipar o capital necessário para sustentar a operação e deve ser capaz de se organizar e conseguir financiar pequenas quedas de seu fluxo de caixa. Você também deve organizar investimentos de curto prazo para excedentes temporários em seu fluxo de caixa. E tudo isso pode ser alcançado com o uso adequado da previsão de fluxo de caixa.

Benefícios da previsão de fluxo de caixa

  1. Ela resume o impacto de todas as atividades nos negócios;
  2. Ela mostra quanto dinheiro será necessário em um determinado momento para financiar todas as atividades da empresa;
  3. Ela emite avisos prévios de baixas no fluxo de caixa para que a administração possa se adaptar prontamente;
  4. Ela transmite confiança para algum investidor ou instituição financeira que eventualmente possa ser chamado a ajudar no financiamento;
  5. Ela permite que o gestor de uma pequena empresa possa monitorar e manter o controle sobre os seus custos. 

Como preparar previsões de fluxo de caixa

Preparar a previsão de fluxo de caixa não requer um alto nível de habilidade em contabilidade. Basta seguir estas quatro etapas básicas que preparamos para você:

  1. Identifique as entradas de caixa
  2. Identifique as saídas de caixa
  3. Calcule o fluxo de caixa líquido
  4. Ajuste os saldos bancários

Identifique as entradas de caixa

As entradas de caixa incluem o seguinte:

  • Vendas em dinheiro;
  • Cobrança em Recebíveis;
  • Fundos Emprestados;
  • Venda de ativos;
  • Retorno de investimentos;
  • Entrada Adicional de Patrimônio do Proprietário

Identifique as saídas de caixa

As saídas de caixa serão:

  • Pagamento dos salários dos funcionários;
  • Compra de materiais para trabalhos ou estoque;
  • Custos Operacionais (Despesas Diretas Gerais);
  • Pagamentos de Empréstimos;
  • Compra de Ativos para investimento;
  • Pagamento dos Impostos;
  • Retirada de capital próprio;

Observe que a depreciação não conta, pois, ela não envolve movimento de fundos.

Calcule o fluxo de caixa líquido

Para calcular o fluxo de caixa líquido você deve fazer a seguinte equação:

Fluxo Total de Entradas no Caixa – Fluxo Total de Saídas do Caixa = Fluxo de Caixa Líquido. 

Como você percebeu a equação é simples. A parte difícil é como identificar com precisão as fontes que definem a entrada de fluxo de dinheiro em seu caixa.

Sua experiência no segmento de mercado em que atua pode ser uma fonte vital de informações para uma previsão de fluxo de caixa mais assertiva. Por isso, realizar uma pesquisa de mercado pode revelar condições de pagamento típicas para clientes e fornecedores. Essas informações lhe darão a oportunidade de se organizar melhor. Você também pode entender os picos sazonais de seu mercado em termos de vendas. A pesquisa de mercado pode ajudá-lo a identificar os custos potenciais. Acima de tudo, consultores de negócios profissionais, como contadores e gerentes de banco, podem ser ótimos parceiros para ajudar você a fazer a previsão de fluxo de caixa de sua empresa. Eles podem desafiar as suposições que você fez e verificar se a previsão está completa e precisa.

Ajuste os saldos bancários

Adicione o fluxo de caixa líquido ao saldo bancário no início do mês para prever o que vai acontecer até o final do mês. O saldo do caixa no final deste mês será o saldo inicial do banco do mês seguinte.

Problemas comuns com a previsão de fluxo de caixa

Uma vez que o fluxo de caixa é uma previsão de eventos futuros, não há nenhuma maneira de garantir que as informações ali contidas realmente serão sempre precisas. Por isso, listamos alguns dos problemas mais comuns de uma previsão de fluxo de caixa:

Otimismo Exagerado

Muitos empresários podem ser muito otimistas sobre o potencial de vendas de seus produtos ou serviços, e aí, ao final de um dia, de um mês ou de um determinado período as vendas podem ser inferiores ao que foi projetado.

Formas de pagamento subjetivas

Faz-se uma projeção das vendas em dinheiro, porém realiza vendas financiadas a crédito. Existe o risco da inadimplência e dos atrasos no pagamento, e isso prejudica e muito a previsão do fluxo de caixa.

Custos acima do esperado

Os custos operacionais podem ser maiores do que o previsto. Isso pode acontecer por diversos fatores, como alta da inflação, da variação cambial, da carga tributária ou mesmo pela ineficiência da gestão.

Erro de omissão

Certos custos podem ser completamente omitidos da previsão. Este erro é muito comum entre os novos empreendedores.

Como lidar com problemas na previsão de fluxo de caixa

  1. Certifique-se de que você é realista sobre a entrada de capital em sua empresa (dinheiro não promete e dinheiro não mente);
  2. Evite ser muito otimista em termos de gerar vendas ou manter os custos diretos baixos;
  3. É útil preparar vários cenários com “situações positivas” e “Situações Negativas”. Os cenários são uma maneira de desenvolver futuros alternativos baseados em diferentes combinações de suposições, fatos e tendências. Construir cenários forçará você a fazer perguntas relevantes e identificar uma gama de possíveis escolhas ou eventos que podem definir o futuro de sua organização.
  4. Envolva especialistas, como um contador de sua confiança,  na preparação;

Conclusão

A elaboração de uma previsão de fluxo de caixa simples e objetiva para o seu negócio, não tomará muito do seu tempo – principalmente se você contar com a ajuda de um contador experiente – e lhe dará informações vitais sobre as chances de sobrevivência de seu negócio em diferentes cenários.

Dedicar parte do seu precioso tempo para criar uma previsão de fluxo de caixa hoje e adaptá-la de acordo com o desenrolar dos meses, irá melhorar e muito as chances de sua empresa  ter muito sucesso nos próximos anos, além de garantir um crescimento sustentável ao seu empreendimento.

Se precisar de ajuda com a elaboração da previsão do fluxo de caixa de sua empresa, entre em contato conosco. Nós podemos lhe ajudar, com certeza!

Se você gostou deste artigo, COMENTE, e compartilhe conosco as suas experiências como empreendedor!

Muito sucesso e até a próxima!

Nenhum Comentário

Postar um comentário