Logística: 5 desafios enfrentados pelas empresas de transporte

Logística: 5 desafios enfrentados pelas empresas de transporte

empresas de transporte

27 jan Logística: 5 desafios enfrentados pelas empresas de transporte

É fato que existem grandes desafios na infraestrutura logística no Brasil, tanto em questão das vias de passagem, quanto nas empresas de transporte, que tentam a todo custo, sempre lidar com os inconvenientes do segmento.

No que se diz respeito a globalização, sem sombra de dúvidas a economia de um País é uma das grandes chaves para um melhor desenvolvimento econômico.

E não se trata apenas de estar inserido nesse jogo comercial do transporte, mas estar ciente das conquistas desse mercado, seja em solo nacional ou estrangeiro.

Muito se fala em logística e realmente, essa é uma peça que não se pode faltar, principalmente quando se trata de empresas de transporte.

Mas a esse respeito, é preciso também ressaltar que nem sempre, toda a gestão logística está alinhada ao que é necessário, por isso, vale a pena conferir quais são os maiores entraves e desafios enfrentados pelas empresas desse nicho.

Desafio número um: Infraestrutura bem distribuída

As estradas brasileiras são difíceis. Infelizmente.

Por isso um dos maiores desafios envolve a questão da infraestrutura bem distribuída, de modo que os usos dos diferentes modais tenham a capacidade elevada de distribuir e transportar diferentes tipos de matérias primas. Esse é um dos maiores requisitos e ainda um grande entrave para transportadoras.

Fica nítido que apesar do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento ter sido instituído, a nossa infraestrutura ainda requer cuidados e bastante atenção. Já que por meio desse alicerce as empresas terão condições de oferecer um serviço e entrega de maior qualidade.

Segundo várias análises e estudos, o Brasil é um dos piores Países na questão de transporte de todos os modais.

Desafio número dois: Maiores economias com os veículos

Algo praticamente impossível no País em que vivemos. Isso porque com uma infraestrutura defasada e a desejar, os veículos acabam se desgastando maiormente, subindo assim os gastos com a depreciação dos transportes e com todo o apoio para que o serviço seja continuado.

Desafio número três: Ser referência em entregas e atendimento de qualidade

Mais uma vez entra outro grande desafio! Temos um sério problema com a competitividade entre Países e regiões, inclusive. Isso porque uma infraestrutura de baixa qualidade, acaba prejudicando também o nível de qualidade nesse serviço de transporte.

Os esforços por vezes são insuficientes porque o Brasil não investe tanto como deveria em seu PID de infraestrutura logística. Se comparado com a Rússia, Índia e China, por exemplo, nosso querido Brasil fica abaixo da linha de destaque.

Segundo análises, o Brasil investe cerca de 0,5%, a Rússia 7%, Índia 8% e a China 10,6%, isso quer dizer que no andar da carruagem, em 2050, o País brasileiro estaria nas condições em que a China se encontra atualmente.

Isso nos leva a uma séria reflexão sobre o assunto!

Desafio número quatro: Manter motoristas bem descansados

Sabe-se bem que o fator de entrega é relevante e por isso, muitas vezes, a empresa de transportes acaba acionando o mesmo motorista, mais vezes até do que gostaria. Sendo assim, esse é outro grande desafio. Ou seja, conseguir manter o profissional bem para dirigir e trafegar.

Desafio número cinco: Menos dependência do modal rodoviário

É notório que há uma forte dependência do modal rodoviário para transporte de carga. Para empreendedores globais de commodities, depender tanto desse tipo de modal, acarreta em grandes custos, tanto econômicos como ambientais.

Essa concentração de modal, acarreta em altas emissões de CO2 – já que são alimentadas por combustíveis fósseis. Além disso, entram outros fatores como as questões tributárias – que sem a ajuda de um contador especializado em empresas de transporte de carga, pode deixar a empresa em grandes prejuízos.

De fato, são grandes desafios, mas com a ajuda de bons especialistas, como o caso do contador, é possível conseguir distribuir melhor os recursos, economizar mais e atuar com maior qualidade.

Até a próxima!

Nenhum Comentário

Postar um comentário