Factoring: Conheça os seis mitos mais comuns sobre esta operação

Factoring: Conheça os seis mitos mais comuns sobre esta operação

empresas de Factoring

13 abr Factoring: Conheça os seis mitos mais comuns sobre esta operação

O Factoring já existe há muito tempo, porém, ainda é mal interpretado por muitas pessoas.

As empresas de Factoring – Fomento Mercantil ajudam a milhares de empresas a melhorar suas situações financeiras  diariamente. No entanto, alguns empresários têm uma percepção negativa sobre  este tipo de operação.

Existe muita desinformação sobre factoring por aí, embora o financiamento de recebíveis seja muito comum há séculos e também praticado em muitos segmentos corporativos.

Abaixo elencamos seis mitos que fazem com que algumas empresas evitem contratar operações de factoring, mesmo quando precisam muito e sabem que não fazê-lo pode prejudicar o seu crescimento e desempenho financeiro:

Mito # 1: Factoring destina-se apenas para pequenas empresas em início de atividades

Antecipar o recebimento de suas faturas a vencer é uma maneira comprovada para uma empresa em início de suas operações crescer a um ritmo mais acelerado. No entanto, muitas empresas de médio porte, já consolidadas no mercado, utilizam do benefício da faturização também para manter a saúde financeira da empresa estável.

As razões são simples: A operação de factoring é rápida, barata e não requer nenhum processo de aprovação demorado.

Algumas empresas preferem faturizar seus recebíveis durante a fase de arranque, depois optam por uma linha de crédito com um banco, e em seguida, voltam com o factoring.

Por que elas retornam?

Ao contrário de um empréstimo bancário tradicional, o factoring pode ser utilizado em escala e de acordo com o crescimento da empresa. Uma empresa de Factoring, sólida, idônea e respeitável pode financiar dezenas de milhões de reais em faturas mensais para empresas de todos os tamanhos.

Mito # 2: Todas as empresas de factoring são iguais

Este pode ser o maior mal-entendido de todos. Centenas de empresas de factoring operam hoje no Brasil. Algumas dessas empresas fornecem um mau atendimento ao cliente, utilizam tecnologia desatualizada e bloqueiam clientes quando os acordos não as favorecem.  A maioria das empresas de factoring, entretanto, quer construir relações de longo prazo com seus clientes e fornecer os serviços mais competitivos possíveis.

Como em qualquer segmento, algumas empresas de factoring são melhores do que outras. Se você estiver interessado em faturizar seus recebíveis, você precisa dedicar parte do seu tempo a pesquisas de mercado, para assim encontrar a melhor empresa de factoring para o seu negócio.

Mito # 3: Factoring é caro

Uma operação comum de fomento mercantil pode custar mais do que a taxa cobrada por uma instituição financeira sobre um empréstimo?

Isso pode ou não ser verdade, dependendo de quem manipula o factoring. Algumas empresas de factoring cobram várias taxas administrativas que podem somar mais de 5% do valor de uma fatura. No entanto, a maioria das faturizadoras oferecem taxas que são competitivas com as taxas de empréstimo bancário, dependendo do volume de fatura mensal do cliente.

Como ocorre em qualquer outro serviço, vale a pena comparar antes de escolher uma empresa de factoring. Você também deve ser assertivo na negociação de suas taxas de faturização para um nível que atenda aos seus objetivos de negócio.

Mito # 4: Você tem que faturizar todos os seus recebíveis

Isso é em grande parte uma informação inverídica. Quando você entra em acordo com uma empresa de factoring, esta vai esperar um fluxo consistente e contínuo de faturas de sua empresa para iniciar a faturização.

No entanto, poucas empresas de factoring exigem que seus clientes faturizem todas as suas faturas. Muitas empresas optam por faturizar recebíveis de determinados clientes. Estes poderiam ser os clientes que compõem uma grande parte dos negócios da empresa ou tendem a esperar mais tempo para pagar. Os serviços de BackOffice que as empresas de factoring podem fornecer – desde cheques de crédito até o suporte à produção  – dão aos clientes uma vantagem em obter pagamentos mais rápidos dos clientes que alimentam seus negócios.

Mito # 5: Factoring é o último recurso para as empresas em dificuldades

O factoring é uma forma acessível de financiamento porque depende da solvabilidade dos clientes de uma empresa, e não da pontuação de crédito da própria empresa. Isso leva algumas pessoas a acreditar que optar pelo factoring é uma atitude desesperada de pequenas empresas tentando sobreviver no mercado ou empresas de qualquer porte à beira de fechar suas portas. Isso não poderia estar mais longe da verdade.

As empresas de factoring ajudam empresas em dificuldades, mas também querem trabalhar com clientes que são bem-sucedidos e planejam crescer a um ritmo rápido. Como mencionamos acima, muitos empresários estabelecidos poderiam garantir uma linha de crédito com um credor, mas escolhem a flexibilidade do factoring ao invés disso.

Mito # 6: Os acordos de factoring são inflexíveis e de longo prazo

Algumas empresas de factoring prendem seus clientes em contratos que incluem taxas fixas, taxas de rescisão e termos que os forçam a manter uma fidelidade de pelo menos dois anos. No entanto, a maioria das empresas de factoring respeitáveis oferece uma flexibilidade muito mais atraente.  Taxas e termos contratuais podem ser ajustados conforme um cliente adquire um maior volume de faturização mensal. As taxas de rescisão ou de compra são geralmente moderadas e o prazo de um contrato pode ser de seis meses a um ano.

Porém, uma empresa pode obter vantagens maiores ao fechar um contrato de longo prazo com uma empresa de factoring. A maioria das faturizadoras irá oferecer taxas mais baixas e mais competitivas para um cliente que assinar um contrato de um ano em detrimento a um prazo contratual de seis meses, por exemplo.

As melhores empresas de factoring entendem que a prestação de um elevado nível de serviço ao cliente é a melhor estratégia para a atração e retenção de clientes. Ao mesmo tempo, as taxas ajustáveis fornecem um incentivo para que os clientes faturizem cada vez mais suas faturas.

Até a próxima!

Nenhum Comentário

Postar um comentário