Como investir em microfranquias de agências de viagens e administrá-las

Como investir em microfranquias de agências de viagens e administrá-las

investir em microfranquias de agências de viagens

21 set Como investir em microfranquias de agências de viagens e administrá-las

Se você está pensando em abrir um negócio no ramo do turismo, é hora de conhecer as microfranquias de agências de viagens!

Em meio a crise que assola o país, abrir um novo negócio se torna, cada vez mais, uma oportunidade de sobrevivência financeira e planejamento para o futuro. E, sem dúvidas, um dos setores que mais se destacam, justamente por parecer imune, é o do turismo.

Para todo empreendedor que deseja investir no setor do turismo, as franquias soam como um investimento menos arriscado e com uma taxa de retorno muito mais rápida do que qualquer empreendimento convencional.

Isso se dá, principalmente, porque o investimento inicial não é tão pesado.

Entretanto, existem meios ainda mais baratos de investir no ramo do turismo: as microfranquias de agências de viagens.

Por mais incrível que pareça, o investimento inicial para algumas microfranquias de agências de viagens é de cerca de R$ 1,500. Isso possibilita que, praticamente, qualquer pessoa invista em um negócio do ramo.

Então por que não estamos todos fazendo dinheiro com o negócio das microfranquias de agências de viagens?

Apesar do baixo investimento e da possibilidade de retorno rápido, administrar uma microfranquia requer o mesmo cuidado para a administração de qualquer empresa. Na verdade, em alguns casos, é preciso ter ainda mais cautela, pois o negócio pode ser conduzido direto de casa.

GERENCIANDO A SUA MICROFRANQUIA DE AGÊNCIA DE VIAGENS DE QUALQUER LUGAR

Os modelos de microfranquias de agências de viagens que requerem os menores investimentos são aqueles que não demandam tanta estrutura por parte do franqueado, o que permite que o trabalho seja realizado em regime home-office.

Nesse caso, o administrador precisa ter o dobro da cautela, pois administrar um negócio direto do lar requer bastante disciplina.

Será preciso:

  • Criar um planejamento tributário;
  • Conexão com a internet de banda larga da melhor qualidade;
  • Um computador ou laptop de boa qualidade;
  • Gerenciar o período de trabalho como uma empresa convencional;
  • Fazer um controle financeiro impecável;
  • Não misturar assuntos cotidianos com os de trabalho.

Antes de tudo, é preciso escolher a microfranquia de agências de viagens ideal para o seu empreendimento. A partir daí, o empreendedor deve iniciar um planejamento financeiro detalhado, que irá incluir o investimento inicial, uma previsão do investimento total e deverá contabilizar gastos com possíveis imprevistos.

Portanto, separar apenas o dinheiro necessário para o investimento inicial significa correr um risco desnecessário.

Os equipamentos como computador, celular, telefone e internet são um investimento à parte daquele descrito pelas microfranquias de agências de viagens e, portanto, devem ser considerados antes do empreendedor tomar quaisquer decisões.

O planejamento tributário também deverá ser realizado. É essencial entender todos os impostos que deverão ser pagos e o que poderá ser economizado. A maior parte das empresas paga mais tributos do que deveria e, você certamente não quer fazer parte dessa estatísticas, não é?

O próximo passo é entender que o horário de trabalho deve ser seguido à risca. Em casa, é fácil se distrair com coisas supérfluas e deixar o trabalho para depois. Tente, ao máximo, respeitar um horário fixo para a realização de certas tarefas.

É claro que isso não impede que o empreendedor realize algumas pausas durante o dia. Mas, ainda assim, é preciso ter disciplina.

O controle financeiro também precisa ser uma prioridade para a sua microfranquia de agência de viagens. Crie uma planilha e registre todas as movimentações financeiras, compare-as com a conta bancária da empresa e garanta que tudo esteja nos conformes.

COMO ESCOLHER A MICROFRANQUIA IDEAL?

Na hora de escolher qual bandeira representará o seu negócio dentre todas as  microfranquias de agências de viagens, é preciso realizar uma pesquisa bastante ampla e contatar os franqueadores, a fim de entender quais são as melhores possibilidades para o seu investimento.

Um bom site para fazer isso é o Portal do Franchising , que agrega diversas franquias e microfranquias relacionadas ao turismo.

O foco aqui é discutir os menores investimentos. Porém, ao entrar em contato com as franqueadoras, você verá que os investimentos nas microfranquias de agências de viagens podem chegar até quase 100 mil reais. Tudo depende da estrutura desejada, e os valores mais altos são relacionados às franquias com um escritório físico.

Agora, basta escolher a microfranquia ideal para o seu negócio e começar a investir.

Confira as vantagens e desvantagens de investir em uma franquia.

Se ainda existirem dúvidas, entre em contato com a Direcional. Será um prazer falar com você!

Até a próxima.

Nenhum Comentário

Postar um comentário